Ajude-nos a ajudar

Agora já pode fazer o seu donativo de forma rápida e segura.
Juntos ao serviço da diferença enquanto valor!

Este estabelecimento dispõe de

livro de reclamações

This establishment has a complaints book

Em formato físico ou eletrónico em www.livroreclamacoes.pt

In physical or electronic format in www.livroreclamacoes.pt

CRIC - Centro de Reabilitação e Integração de Coruche - NIF 503 032 590

Rua de Moçambique, 20,

2100-148 Coruche

243 660 045 • 243 660 045

cric.direcao@gmail.com

Horário de funcionamento

Segunda a Sexta das 9h00 às 17h00

Faça-se sócio >

Redes Sociais

  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon

© 2017 CRIC - Centro de Reabilitação e Integração de Coruche. Todos os direitos reservados.

© Website cedido e criado por

Última atualização a 05/08/2019 às 14:39.

Certificado EQUASS Assurance in Social Services 2019/2022

Sobre nós

Descubra de que forma colabora o CRIC com as famílias diariamente.

 
Mensagem do Presidente

Ricardo Da Silva

Presidente da DIreção

Caros Parceiros,

Ao longo destes dezoito anos de existência do CRIC - Centro de Reabilitação e Integração de Coruche, tem sido nossa preocupação mostrar que a diferença deve ser potenciada enquanto valor e isso tem de ser promovido e divulgado em todos os momentos que nos vão surgindo.

É missão da nossa Associação procurar contribuir para uma melhoria contínua da qualidade de vida de cada um dos nosso clientes.

Por detrás de cada rosto há uma história, uma vivência, um sorriso, um olhar e uma cumplicidade, um ser único e individual que apesar das suas limitações, possui capacidades, sonhos e vontade que queremos ajudar a realizar através de uma participação mais ativa de cada um na sociedade.

Toda e qualquer atividade realizada pelo CRIC não é feita individualmente, mas com a ajuda da comunidade envolvente.

A todos os que tornam possível este sonho o meu Muito Obrigado!

RICARDO DA SILVA

 
Introdução

O trabalho desenvolvido pelo CRIC tem contribuido para uma crescente valorização da diferença enquanto valor e para um incremento de novas parcerias/protocolos.

A atual Direção do CRIC assume, ainda, a manutenção do sistema de Gestão da Qualidade, após a revalidação da Certificação da Qualidade - Referencial EQUASS, em Julho de 2015, entendida como fundamental para a melhoria contínua.

No entender do CRIC, melhorar continuamente é estar Ao serviço da diferença enquanto valor, como nos relembra o lema desta Instituição. Trabalhar continuamente para a valorização, empowerment, autodeterminação e assim melhorar a qualidade de vida de cada cliente. Essa melhoria é a verdadeira motivação, ambição e desafio diário do CRIC.

 
Missão

Constituir uma resposta de qualidade ao nível da reabilitação e inclusão de pessoas em situação de deficiência e outros grupos desfavorecidos e suas famílias, através das respostas sociais: Centro de Actividades Ocupacionais e Residência Autónoma, promovendo a dignidade, a igualdade e a qualidade de vida.

Visão

Tornar-se numa instituição de referência na área da deficiência, apostando na melhoria contínua e na excelência das suas respostas.

Valores

 RESPONSABILIDADE   social no sentido de dar resposta às necessidades emergentes da comunidade.


 RESPEITO   pelos princípios de igualdade,
dignidade e participação dos clientes e suas famílias.

 JUSTIÇA   na tomada de decisões, no rigor da intervenção dos serviços prestados.


 UNIÃO   entre os colaboradores da Instituição no sentido de concretizar os objectivos a que nos propomos.

 
Símbolo

Em 2010 o CRIC adotou uma nova imagem que espelhasse melhor a missão da Instituição e o trabalho desenvolvido. Assim, cada elemento encerra um significado.

 OS CORAÇÕES   significam todo o empenho e dedicação que colocamos nos nossos projetos e todo o retorno que recebemos dos clientes e seus significativos.

 O VERDE   é o reafirmar do compromisso de continuar a missão CRIC patente na cor escolhida, o verde, símbolo de esperança.

 

Descubra de que forma tem o CRIC colaborado com as famílias diariamente.

Em meados da década de 70, alguns pais de crianças e de jovens em situação de deficiência e alguns técnicos da área da Educação Especial, constituíram uma Associação, sem fins lucrativos, designada de CR.I.C. - Crianças Inadaptadas de Coruche.

O objectivo de constituição de uma associação desta natureza foi a criação de um centro para crianças em situação de deficiência que colmatasse a inexistência de apoio sistemático e organizado na área no concelho de Coruche.

Começou por elaborar-se o registo notarial dos Estatutos da Associação formada a 10 de Fevereiro de 1979. Desta forma, no ano lectivo de 1981/82, a Associação CR.I.C. abre a sua primeira sede numa casa arrendada.

Começou por elaborar-se o registo notarial dos Estatutos da Associação formada a 10 de Fevereiro de 1979. Desta forma, no ano lectivo de 1981/82, a Associação CR.I.C. abre a sua primeira sede numa casa arrendada.

Começou por elaborar-se o registo notarial dos Estatutos da Associação formada a 10 de Fevereiro de 1979. Desta forma, no ano lectivo de 1981/82, a Associação CR.I.C. abre a sua primeira sede numa casa arrendada.

A Instituição funcionava assim através de um acordo estabelecido com o Ministério da Educação, por vias do destacamento de professores e educadores para trabalharem com as crianças.

Assim sendo, o Centro tomou então o nome de Colégio do Monte da Barca, integrado na Santa Casa da Misericórdia de Coruche, que em 1999 viria a encerrar a sua actividade, surgindo novamente o problema da integração daquelas crianças.

Por sugestão do Centro Regional de Segurança Social (designação da altura), decide-se a abertura de um CAO - Centro de Actividades Ocupacionais para jovens e adultos do concelho de Coruche em situação de deficiência.

Para a consecução deste Centro tornou-se imprescindível encontrar um local adequado. É deste modo que o Dr. Joaquim José Neto decide ceder a casa onde nasceu, localizada num bairro residencial da Vila de Coruche, para a realização do referido Centro.

 

Para a abertura deste espaço contou-se com o apoio do Centro Regional de Segurança Social de Santarém e do Centro de Emprego de Salvaterra de Magos.

Assim, a 1 de Abril de 1999 o Centro de Actividades Ocupacionais do CR.I.C. - Crianças Inadaptadas de Coruche, abriu as suas portas, sendo constituída uma Empresa de Inserção para onze pessoas em situação de deficiência/défice cognitivo. A inauguração deu-se no dia 26 de Junho de 1999.

Na actualidade, a designação da Associação passou a ser CRIC - Centro de Reabilitação e Integração de Coruche.

Em 2009, foi doado à Associação a casa e terreno envolvente, onde se desenrolavam as atividades.

Em Julho de 2013 o CRIC recebe o Certificado EQUASS Assurance in Social Services.

Em Janeiro de 2014 o CRIC abriu a valência de Residência Autónoma para 5 pessoas.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now